Mostrar mensagens com a etiqueta Avaliação de Hotel. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Avaliação de Hotel. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Tendências do mercado de hotéis em Lisboa



A capital portuguesa, maior cidade do país, continua a concentrar em si uma grande dinâmica no segmento de hotéis e no setor da hotelaria, tanto a nível turístico, como de negócios ou conferências.

É em Lisboa que há mais variedade de oferta cultural/artística, sendo o centro de decisões administrativas do país para negócios e, por sua vez, tem o maior número de empresas multinacionais de serviços especializados.

São muitos os fatores que permitiram que Lisboa se tornasse popular a nível turístico, mas agora também é o foco/centro ao nível de conferências, como exemplo, o Web Summit que parece garantido até 2028. O crescimento exponencial de passageiros no aeroporto é um forte indicador, tal como o facto do porto de cruzeiros ser uma escala obrigatória e popular, permitindo maior atratividade e, assim, mais fluxo de pessoas/ turistas.

Neste cenário, de acordo com os dados existentes, a tendência de crescimento de visitantes vai manter-se, oriundos dos mais diversos mercados, mas principalmente europeus, EUA e Brasil, mesmo prevendo-se a eventual redução do Reino Unido, devido ao Brexit.

Deste modo, os hotéis registaram elevados crescimentos nas taxas de ocupação até 2018. Entretanto, a oferta de novas unidades também cresceu, aumentado assim o número de quartos o que estabilizou em certa medida as taxas de ocupação na média dos 75% a 80%.

Em 2018 existiam 215 hotéis na cidade a que correspondiam cerca de 21.500 quartos, sendo que a dificuldade atual dos operadores é encontrar edifícios em localizações adequadas e com dimensão para converter para este fim ou hotéis disponíveis para venda.

De acordo com dados publicados pela empresa HVS – especialista em consultoria de hotéis – é previsível, até 2020, um crescimento máximo de 10%. Sendo o RevPar (receita por quarto disponível) próxima dos 95G. Este é um parâmetro determinante na valorização dum hotel.


terça-feira, 7 de novembro de 2017

Avaliação de hotel em Lisboa – Fonte de informação


Nesta edição da nossa newsletter resolvemos fazer referência e partilhar convosco um site online, que proporciona de forma gratuita e atualizada informação, muito útil para todos aqueles, que pelos mais diversos motivos procura dados/informação sobre a dinâmica do turismo em Lisboa, nomeadamente da hotelaria na cidade de Lisboa.
Esta informação é fundamental por exemplo para: investidores, promotores, financiadores, operadores, bem como para avaliadores imobiliários tal como é o nosso caso, que temos em mãos a avaliação dum hotel em Lisboa e que mais uma vez fomos consultar este site de modo a validar alguns dados obtidos na avaliação do hotel. Mais especificamente recorremos a este site para consultar o “observatório” obtendo assim os principais indicadores para hotéis como: taxas de ocupação, preço médio por quarto e REVPAR. Logicamente que se trata de informação genérica e nalguns casos apresentada por médias, contudo parece-nos ser um bom ponto de partida e uma boa referência tanto pela representatividade da amostra de unidades hoteleiras como pelo número de quartos que fazem parte do estudo mensalmente publicado nesse site. Podemos ainda extrair outros dados, tal como: variações, evoluções, etc.
Link do site:
O acesso a informação de mercado credível e sistematizada, é cada vez mais uma importante ferramenta para o fomento e desenvolvimento de qualquer setor, e é vista pelos investidores como positivo, principalmente os internacionais. Confirma também a maturidade e organização setorial do segmento do turismo. No que respeita à nossa atividade de avaliadores de imóveis, a informação obtida através de fontes fidedignas é fundamental e permitirá que o nosso trabalho seja mais rigoroso e fundamentado.
Para finalizar, lançamos um desafio para que idêntica iniciativa seja desenvolvida para o Porto/Grande Porto, pois será um bom contributo para todos aqueles que pelos fins/razões anteriormente referidas necessitam de informação sobre este setor.
conteúdo informativo
newsletter novembro 2017